Na língua Portuguesa, o verbo “Haver” causa algumas dúvidas nos Brasileiros e, principalmente, nos estudantes de Português que têm como idioma materno o Espanhol e o Italiano, que possuem raízes latinas. Você já deve ter percebido que muitos estudantes Brasileiros que estão aprendendo Espanhol, turistas ou mochileiros que visitam a América Latina, principalmente a Argentina, acabam se deparando com a expressão “A ver”, que apresenta uma sonoridade muito parecida com o verbo “Haber” no Espanhol, e que no Português nos remete ao verbo “Haver”. Essa expressão idiomática, que pode até ser considerada um ‘vício de linguagem’ na Língua Espanhola, é muito utilizada pelas pessoas em diversas situações, especialmente quando há o desejo de se expressarem sem muita objetividade, ganhando tempo para analisar algo ou alguém, tendo um prazo maior para tomarem decisões sobre determinado assunto ou sugestão.

Poderíamos dizer que seria algo parecido com os sentidos presentes nas nossas expressões: “Quem sabe”, “pode ser”, e com equivalência na Língua Inglesa nas expressões “Let´s see”  ou “Let me see”, ou ainda “Let´s check”, “Hold on”  e também como “We´ll see” , além de também assumir o papel de interjeição quando dizemos “Hey hey” ou “Hey now”.

Ok, mas você deve estar se perguntando: o que todas essas expressões têm a ver com o título do artigo?

Alguns alunos estrangeiros que estão em processo de aprendizagem de nossa língua Portuguesa, em especial os anglófonos (que têm o Inglês como idioma base), sentem uma espécie de confusão ao fazerem conexões de sentido e correlacionarem o verbo haver em Português com o sentido de “There is/ There are” (presente) e “There was/There were” (passado).

O verbo impessoal haver assume várias flexões e geralmente não possui sujeito. Ele expressa os sentidos de “existir” ou “ocorrer”. Por ser um verbo impessoal, significa que ele sempre permanecerá na terceira pessoa do singular e não poderá ser flexionado no plural, como nos exemplos a seguir:

A) Houve vários alunos interessados no curso.

B) Haverá mudanças na economia Brasileira.

Porém, é importante notar que, se trocarmos o verbo haver por “existir”, teremos que fazer as modificações necessárias, porque – ao trocar o verbo para “existir” – temos que atentar para o sujeito das frases, que no exemplo A corresponde ao substantivo ‘alunos’ (plural) e no exemplo B corresponde ao substantivo feminino ‘mudanças’ (plural) e, por isso, deve ser flexionado de acordo com o número e pessoa.  Sugerimos que faça a análise do sujeito, aquele que é o responsável pela ação da frase, e perceba se ele está no plural ou no singular. Confira alguns exemplos comparativos:

A) Haverá mudanças na economia brasileira. (Haverá, verbo impessoal, sem flexão)

B) Existirão mudanças na economia brasileira. (Existirão – verbo flexionado na 3ª pessoa do plural)

No exemplo acima, o verbo “existir” se adaptou ao sujeito “mudanças” que é um
substantivo feminino, no plural. Dica importante: quando o verbo haver é sinônimo de existir, só se utiliza a 3ª pessoa do singular.

A) Há três horas que não sei nenhuma informação sobre o fato.

B) Havia muitos quadros na exposição.

Que tal verificar essa mesma frase numa adaptação de sentido na Língua Inglesa?

A)Haverá mudanças na economia brasileira.
     There will be changes in the Brazilian economy.

B) Algumas mudanças vão acontecer na economia brasileira.
Some changes will happen in the Brazilian economy.

Como podemos perceber, o sentido é mantido no segundo exemplo, com a utilização do verbo “to happen” (acontecer), e ainda há muito que dizer sobre esse verbo e suas possíveis equivalências na língua Inglesa, nas sentenças construídas com “There is, there are, there was, there were”. Veja outros exemplos e compare:

Simple Present

A) There is a man talking on the phone, so the line is busy.
Tradução: Há/Existe um homem falando ao telefone, por isso a linha está ocupada.

B) There are two girls waiting for you.
Tradução: Há/Existem duas garotas esperando por você.

C) There aren´t many people here at the park.
Tradução: Não há/ Não existem muitas pessoas aqui no parque.

Simple Past

A) There was a lot of students singing at the same time.
Tradução: Havia/Existiam muitos estudantes cantando ao mesmo tempo.

Note que, nos exemplos acima, o verbo “existir” foi sempre flexionados de acordo com o sujeito da frase.

Espero que tenham gostado do assunto, caso tenham dúvidas, entre em contato conosco! Será um prazer receber seus e-mails. Muito Obrigada! Thank you very much! Muchas Gracias!

Jacky Freitas – interpretersaopaulo@gmail.com

Anúncios