Ontem nós postamos no nosso Instagram uma imagem do Twitter do jogador Neymar e destacamos a descrição “Feliz, ousado, pai e filho de Deus!”, principalmente a ambiguidade “pai e filho de Deus”.

neymar-antes

Ao contrário do que muita gente pensou, a frase não está errada. Ela apenas tem uma ambiguidade. O Neymar, além de ser feliz e ousado, também é pai do garoto Davi Lucca e se considera um filho de Deus. Não há nada de errado nisso. Ainda assim, não deixa de ser engraçado ler uma “declaração” dessas.

Agora, o motivo dessa postagem é esclarecer a discussão gerada pelo fato de não haver uma vírgula antes do “e”. Há quem defenda que essa vírgula teria resolvido o problema e há quem afirme que é expressamente proibido usar vírgula antes do “e” na língua portuguesa.

Sinto informá-los, mas:

  • a vírgula não resolveria o problema da ambiguidade
  • é permitido SIM utilizar vírgula antes do “e” no português.

Na descrição utilizada por Neymar, “e” é uma conjunção aditiva e, dessa forma, não exige a pontuação (logo, está correta):

Neymar é feliz + ousado + pai + filho de Deus

Por outro lado, se ele utilizasse “e” como uma conjunção adversativa (de oposição) como “mas”, “porém”, “contudo”, “todavida”, “entretanto” etc, aí ele precisaria SIM do uso da vírgula:

Neymar é feliz, ousado, pai, e reserva do Messi.

No caso acima, “e” dá uma ideia contrária. Neymar é feliz, é ousado, pai (coisas boas), mas é reserva do Messi (algo não tão bom assim).


Outra possibilidade do uso da vírgula antes do “e” acontece quando a conjunção aditiva coordena orações de sujeitos diferentes e a falta de pontuação pode confundir a leitura:

Neymar joga futebol, e Guga, tênis.

Nessa frase, a primeira vírgula permite a apresentação do segundo sujeito e a segunda vírgula apresenta a elipse (supressão de um termo que pode ser facilmente subentendido pelo contexto linguístico ou pela situação) do verbo “joga”.


Podemos concluir, então, que um mito acaba de ir por água abaixo. Não o Neymar. Ele continua firme e forte por aí, e até “corrigiu” o seu perfil do Twitter (veja abaixo), mas sim o mito da proibição da vírgula antes do “e”. Ela pode sim ser usada e é bastante usada.

neymar-depois

Envie suas dúvidas para contato@nexolinguistica.com.br

Até a próxima.

Rômulo Faria

Anúncios